Procurar no site


Contacto

Welt.de - Tokio Hotel assombrados por stalkers militantes

19-04-2009 03:11


Cartas de ameaças e vídeos de ódio na internet: A banda Tokio Hotel sente-se assombrada por quatro jovens raparigas de França. Numa mensagem diz-se que esta é a razão porque Tom reagiu de forma violenta contra a jovem rapariga. A polícia está a averiguar o caso.

Os Tokio Hotel têm vindo a ser assombrados à mais de meio ano por um grupo militante de stalkers. A de 21 anos, que levou um murro do guitarrista Tom Kaulitz, é uma das quatro raparigas que andam mascaradas ou disfarçadas, uma rapariga de França, diz a BILD. As stalkers perseguem a banda para todo o lado a que eles vão e ameaçam-nos.

O manager da banda, David Jost, já confirmou os incidentes. Uma das "raparigas disfarçadas" já atacou um membro da família dos gémeos Bill e Tom Kaulitz no dia 8 de Abril, conta o BILD, deverá ter sido a mãe dos músicos. Queixas foram feitas contra esta mulher, e ainda mais serão feitas.

O gang autodenomina-se de "Les Afghannes on Tour" (As Afegãs em Tour), que, segundo uma fonte de informações, invadiu a casa dos membros da banda e mandou ovos aos seus carros. Esta mulher também enviou cartas ameaçadoras. Numa dessas cartas, as stalkers anunciam um "pequeno pesadelo". "Nós não estamos contentes. Estamos impacientes", diz na carta.
Por detrás do nome "Les Afghannes on Tour", existe um perfil da comunidade social online Myspace apagado. Esse perfil excluído é de uma mulher de 23 anos de Hamburgo, que se mostra numa fotografia com roupa palestiniana a cobrir-lhe a cara. Ela escreveu também um lema "Estamos dispostas a fazer a vida das outras pessoas um pesadelo real". Excluído foi também um vídeo dos Tokio Hotel do youtube que tem como nome "Tokio Hotel, we are... shit!" (="Tokio Hotel, nós somos... M*rda!")

A polícia de Hamburgo está agora a negociar com as queixas de agressão contra o Tom kaulitz. Na Quarta-feira à noite numa bomba de gasolina numa parte de Hamburgo chamada Bahrenfeld, ele bateu com o seu punho na cara da jovem de 21 anos.
A mulher disse que ela apenas queria tirar uma foto do rapaz de 19 anos. Depois disso, Kaulitz supostamente atirou um cigarro aceso contra ela. A de 21 anos, pegou no cigarro e pressionou-o contra a janela do carro, fazendo com que Kaulitz sai-se e lhe bate.se. A mulher estava acompanhada de quatro amigas.

 

Postado por: Alê
Fonte:
[x]